Casa Dom Aquino - VIII Encontro Indígena

De 27 de abril a 04 de maio acontece o VIII Encontro Indígena de Mato Grosso, no Museu de Pré-História Casa Dom Aquino.

O museu desenvolve uma agenda fixa de eventos durante o ano, sendo o Encontro Indígena, o principal destaque. Ele ocorre desde o ano de 2008, o que lhe confere um atributo de tradição, continuidade e sustentabilidade. Estarão presentes lideranças indígenas das etnias: Bororo, Xavante, Kayabi, Kuikuro, Waurá. A proposta do evento é apresentar a grande diversidade indígena de Mato Grosso que possui hoje 42 etnias e uma população de aproximadamente 44 mil índios. O evento é coordenado pelo Instituto De Ecossistemas e Populações Tradicionais (ECOOS) com apoio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (SECEL).

O tema do encontro desse ano faz parte das comemorações dos 150 anos do Marechal Cândido Rondon, mato-grossense de Santo Antônio do Leverger, sertanista, que desbravou o Brasil para levar estrutura ao setor de telecomunicações e pioneiro na proteção dos povos indígenas.

Durante o VIII Encontro Indígena, acontecem diversas apresentações culturais com danças, cantos e pinturas corporais que demonstram a riqueza de crenças, costumes, línguas, tradições e particularidades de cada povo indígena. Segundo a arqueóloga e presidente do ECOSS, Suzana Hirooka, o evento busca "a valorização e inserção desses povos nas atividades culturais do Estado como um todo, entendendo este povo como matriz da formação da sociedade”. As atividades envolvem o público para estimular o seu interesse diante da cultura indígena e da importância da preservação da identidade cultural indígena para a formação dos cidadãos para que venham a respeitar as diferenças entre os povos.

No primeiro dia do VIII Encontro Indígena, dia 27/04, segunda-feira, a abertura do evento das lideranças indígenas: cacique Rony Paresi, José Angelo Silveira Nambiquara, Felix Adugoenau Rondon (Bororo). Ao mesmo tempo, será aberta a Terceira Reunião da Sociedade Brasileira de Arqueologia Brasileira (SAB), Núcleo Centro Oeste, programação completa no site: 3-reuniao-da-sab-centro-oeste.webnode.com

Após a abertura acontece uma mesa de discussões com lideranças indígenas sobre a herança de Rondon com a participação do historiador João Antônio Botelho Lucídio (UFMT), do publicitário e historiador Joel Vaner Leão (IHGMT) e a pesquisadora do Centro Ikuiapá-Cuiabá/M (UFMT) Museu do Índio/RJ, (FUNAI), Anna Maria Ribeiro. Veja a programação completa no site: http://museudomaquino.com.br/portal

Do dia 28/04 até o dia 04/05 a programação é formada de apresentações culturais indígenas, diálogo com o público estudantil sendo o público alvo, mostra de filmes e debates. Destaque para a participação de Tweed Roosevelt – presidente da “Theodore Roosevelt Association” e bisneto do ex-presidente americano Theodore Roosevelt em uma mesa de discussões que acontece no dia 04 de maio, segunda-feira. Veja programação http://museudomaquino.com.br/portal/

No dia 01/05, sexta-feira, lideranças indígenas participam do I Encontro "Olhares Acadêmicos e Indígenas: Arqueologia da Paisagem em Movimento", em Chapada dos Guimarães. O encontro faz parte da Terceira Reunião da Sociedade Brasileira de Arqueologia Brasileira, Núcleo Centro Oeste que acontece em Chapada. 3-reuniao-da-sab-centro-oeste.webnode.com

Para participar do evento é preciso doar um quilo de alimento não perecível. O Museu de Pré-História Casa Dom Aquino está localizado na Avenida Beira Rio em frente ao estacionamento da UNIC. http://museudomaquino.com.br/portal/

ECOSS

O Instituto de Ecossistemas e Populações Tradicionais - ECOSS é uma Organização Social com o objetivo de pesquisar e preservar o meio ambiente, as comunidades tradicionais e os sítios arqueológicos e paleontológicos. Possui convênio com a Secretária de Cultura do Estado de Mato Grosso desde 1998, salvaguardando o acervo Arqueológico e Paleontológico e gerenciando o museu de Pré-História Casa Dom Aquino.

A Casa Dom Aquino é um Patrimônio Histórico do Estado de Mato Grosso construído em 1842 e foi local de nascimento de duas pessoas ilustres de Mato Grosso ­ Joaquim Murtinho e Dom Aquino Corrêa. O Museu foi inaugurado em dezembro de 2006 tem como objetivo a educação, a cultura, a pesquisa e a inclusão social transmitindo conhecimentos arqueológicos e paleontológicos aos cidadãos em especial aos estudantes de Mato Grosso incentivando a preservação dos sítios arqueológicos e paleontológicos e o meio ambiente. Recebe em média cerca de mil estudantes por mês.

veja esta notícia em http://www.mteseusmunicipios.com.br/ultimas-noticias/casa-dom-aquino/27295

Destaque
Publicações Recentes
  • Facebook App Icon
  • facebook-square