Professores da Unemat têm projetos aprovados pela Lei de Fomento à Cultura

Professores da Unemat têm projetos aprovados pela Lei de Fomento à Cultura DANIELLE TAVARES A | A Dois professores da Unemat tiveram projetos aprovados por meio da Lei Estadual de Fomento à Cultura 2007. O resultado foi publicado em Diário Oficial de 12 de junho. Na área de “Humanidade”, a professora Beleni Salete Grande teve aceita a proposta “Corpo, Educação e Cultura: práticas Sociais e maneiras de Ser” e na área de “Patrimônio”, Elias Januário vai desenvolver o projeto “Cultura e Diversidade do Povo Ikpeng”. “Cultura e Diversidade do Povo Ikpeng”: O projeto submetido pelo professor Elias Januário prevê a publicação de quatro livros na língua indígena. A proposta é o resultado do trabalho pedagógico do projeto de formação de professores da Unemat, denominado Terceiro Grau Indígena. “A publicação cumpre uma etapa específica do Projeto que é subsidiar as escolas nas aldeias com material didático-pedagógico específico”, explica o coordenador Januário. Cada exemplar traz uma temática e as concepções que o povo tem dos elementos: terra, água, mato e mito sobre a origem do Ikpeng. Foram três anos de pesquisas realizadas por Korotowi, Maivá e Iokoré (egressos do Terceiro Grau Indígena) junto aos moradores mais antigos das aldeias. “Além de valorizar a língua, preserva e divulga o arcabouço de saberes e conhecimentos tradicionais daquelas comunidades”. Será um investimento de R$ 15 mil, garantidos por meio da Lei de Cultura para a publicação de mil exemplares de cada título. As obras serão distribuídas em escolas indígenas e não-indígenas. A apresentação de cada livro e explicação vem em Português. Entretanto, nem todo o conteúdo é traduzido. “Existem alguns saberes que não podiam ser revelados, e não houve autorização para isso, pois são conhecimentos próprio da comunidade”, conclui o professor Januário. “Corpo, Educação e Cultura: práticas Sociais e maneiras de ser” O livro organizado pela Professora Beleni Salete Grando, do Departamento de Educação Física, reúne textos de pesquisadores da Universidade do Estado de Mato Grosso, IES brasileiras e de Portugal, abordando sob diferentes óticas como as pessoas expressam sua maneira de ser, sua educação e personalidade através das práticas corporais. “Buscamos levar para um debate nacional e até internacional o que temos pesquisado na Unemat por meio do Núcleo de Estudos sobre o Corpo, Educação e Cultura”, pontua Beleni. A edição vai trazer textos dos autores: José Luiz Strub (Unemat Sinop) que realiza relato das experiências lúdicas com crianças; Beleni Salete Grando (Cáceres) analisa como as pessoas expressam sua maneira de ser a partir de uma visão antropológica de pesquisa com Bororos de Mato Grosso, Lucilene Neves (Tangará da Serra) desvela relações de gênero na cultura Parecis expressas nos jogos; Vilma Pinho (Tangará da Serra) trabalha com as crianças afro-descendentes em escolas de Cuiabá; Tatiane Lebre e Orozina Cândida de Freitas debatem o tema sob a ótica da psicologia. Dialogam com os pesquisadores da Unemat, Cleomar Gomes e José Luiz Falcão, ambos da UFMT; Silvana Goellner (UGFGS), Manoela Hasse (Universidade Técnica de Lisboa-PT). Prefaciado por Ana Márcia Silva (UFSC) o livro conta ainda com ilustrações de Caludyo Casares. Este projeto vai receber financiamento no valor de R$ 16 mil. O edital de 2007 aprovou 64 projetos culturais, com recursos do Fundo Estadual de Fomento à Cultura. Mais informações podem ser obtidas na Unemat pelo telefone (65)3221-0000. Compartilhe esta notícia

mtbusca_noticia

Editorias: Geral


Fonte: http://www.fapemat.mt.gov.br/encerrados?p_p_id=3&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&_3_struts_action=%2Fsearch%2Fsearch&_3_redirect=%2Fencerrados&_3_keywords=beleni&_3_groupId=0

Destaque
Publicações Recentes
  • Facebook App Icon
  • facebook-square