Venha conferir a Coletânea - Mulheres, Territórios e Identidades!!!



Baixe a coletânea gratuitamente: https://editoracrv.com.br/produtos/busca?assunto=beleni+sal%C3%A9te+grando


MULHERES, TERRITÓRIOS E IDENTIDADES: despatriarcalizando e descolonizando conceitos

Autores: Beleni Saléte Grando - Lisanil da Conceição Patrocínio Pereira - Tereza Cunha - Waldineia Antunes de Alcântara Ferreira (Orgs.)


Trata-se do primeiro livro de uma Coletânea sobre Mulheres inseridas no território. Fruto de uma rede de pesquisa, que busca de forma solidária, com companheirismo, dedicação e trabalho em equipe, o desenvolvimento da alteridade. Uma rede trançada por mãos femininas que acreditam no bem viver e promovem sem medir esforços o papel da universidade para além do seu tripé: Ensino, Extensão e Pesquisa. Nessa trama, tecem  uma crítica radical ao seu papel que é estar ao lado dos pobres e oprimidos, dialogando com eles na busca de encontrar alternativas para superar as dificuldades que impõem na luta pela sobrevivência e bem viver para todas as pessoas.


MULHERES, CULTURAS E IDENTIDADES

Autores: Beleni Saléte Grando; Lisanil da Conceição Patrocínio Pereira; Tereza Cunha; Waldineia Antunes de Alcântara Ferreira (Orgs.)


Como segunda coletânea da Série Mulheres e Educação, a obra nos provoca questionamentos sobre a perspectiva globalizante e hegemônica da ciência moderna, que desconsidera as diversas realidades nas quais a vida coletiva dá sentido e significado distintos de felicidade e de bem viver. Para tal, se organiza em três partes: mulheres e suas lutas, mulheres e suas culturas, mulheres e suas identidades. Compreender a mulher é superar os padrões teóricos e metodológicos abrindo-se para outras formas de ser e viver no mundo partilhado com complexas redes que rompem com a imposição colonizadora e se fortalecem em relações outras que ultrapassam o visível de nossa corporalidade humana. Nas lutas por direitos à vida digna econômica e sociocultural a mulher se coloca em movimento. As tessituras da vida cotidiana e ritualizada das comunidades tradicionais evidenciam as mulheres Terra, integradas as cosmologias e ao ecossistema global, tencionando a formação do pensamento ocidental e feminista moderno. Ao tematizar mulheres e culturas, autoras discutem as práticas e teorias que fundamentam instituições e a sociedade ocidental a partir de outras perspectivas de pensar o corpo-pessoa, corpo-mulher que se é, diferente e único em cada contexto sociocultural histórico.


EPISTEMOLOGIAS DO SUL: mulheres & identidades Autores: Waldineia Antunes de Alcântara Ferreira - Beleni Saléte Grando - Lisanil da Conceição Patrocínio Pereira - Teresa Cunha (Orgs.)


Este livro se entrelaça nas significância das vivências, e nesse sentido os capítulos que o compõem expõe o acompanhamento e a compreensão vivida em vários ambiente de vida de mulheres em seus desafios cotidianos, ao mesmo tempo em que os textos procuram transpor a análise estruturalista do cientificismo que o pensa em pedaços, em caixinhas entendendo que dessa forma é possível compreender tudo ao redor. Essa compreensão reducionista tem sido questionada, pois os movimentos da mente não são apenas separar para compreender, e depois juntar tudo de novo, mas sim, ir além, ou seja, fazer os dois movimentos, analisar as partes e ver o todo, ver as referências ao redor que geram identidades, identificar interlocuções em teias que significam as vivências produzidas. É nessa teia que os grupos de pesquisas lideradas por mulheres que procuramos compreender o papel das Mulheres, nas suas ações, unindo o movimento da mente que são reais como manifestação dos fenômenos vivos do mundo para nós. Procuramos desta forma, então, compreender a dialogicidade presente em seus ambientes de vida e de luta, utilizando os dois movimentos, que definimos, de análise pormenorizada e compreensão holística, e o tentamos faze-lo a partir de uma compreensão fenomenológica e materialista histórico e dialética.

Destaque
Publicações Recentes
  • Facebook App Icon
  • facebook-square